Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O nosso blog abre um canal onde o internauta poderá participar sugerindo publicação. Enviando fotos

Traduza para seu idioma

Visitas internacionais

Free counters!

Seguidores

Eduardo costura secretariado

Política // Governo



Eduardo costura secretariado
Do Jornal do Commercio


O governador reeleito Eduardo Campos (PSB) deve começar nesta quinta-feira (23) a fazer os primeiros convites para as pessoas que irão integrar o primeiro escalão do segundo governo. Essa, pelo menos, é a expectativa de seus auxiliares, que ontem festejavam o fim da novela que envolveu a confirmação do secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Fernando Bezerra Coelho (PSB), para o Ministério da Integração Nacional.

Apesar do estresse que antecedeu a oficialização, Eduardo conseguiu emplacar o nome do apadrinhado e demarcar o seu espaço na equipe da futura presidente Dilma Rousseff (PT). Com essa definição, a distribuição de cargos por partidos foi finalizada. O socialista então poderá decidir se promoverá ou não uma espécie de verticalização, como fez na atual gestão, quando alinhou a escolha de seu secretariado à divisão partidária realizada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).


Em 2007, quando assumiu pela primeira vez, Eduardo adotou esse critério para não alimentar arestas com a base aliada. Agora, reeleito com mais de 82% dos votos válidos, terá mais autonomia para nomear os futuros secretários.


O formato da equipe da segunda gestão já está na cabeça do governador. Mas faltam os convites. A ansiedade toma conta dos assessores. Internamente, contudo, a definição virá à tona antes do Natal. O chefe do Executivo estadual, porém, só deve tornar pública a escalação do time na próxima semana, como antecipou à imprensa na semana passada. Até lá, tentará evitar as especulações e, consequentemente, as possíveis frituras, recomendando aos futuros secretários o silêncio. Nos bastidores, a tese que se fortalece é a do rodízio. O núcleo duro do governo não será alterado a não ser que alguém decline do convite, o que é pouco provável.


Esse grupo é formado pelos secretários de Planejamento, Geraldo Júlio, da Casa Civil, Ricardo Leitão, da Agricultura, Ranilson Ramos, do Turismo, Paulo Câmara, da Fazenda, Djalmo Leão, da Juventude, Pedro Mendes, e de Imprensa, Evaldo Costa, além do chefe da Controladoria-Geral, Ricardo Dantas, do procurador-geral do Estado, Tadeu Alencar, e do chefe de gabinete, Renato Thibaut. Nessa gestão, Geraldo Júlio desempenha papéis importantes. É responsável, por exemplo, pela tarefa de monitorar as ações dos outros secretários. Poderá ficar com a mesma tarefa a partir de 2011. Para substituir Bezerra Coelho na pasta de Desenvolvimento Econômico, Eduardo deve trazer uma “cara nova”, talvez de fora do governo.

fontehttp://jc.uol.com.br/canal/cotidiano/politica/noticia/2010/12/23/eduardo-costura-secretariado-249467.php

0 comentários: