Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O nosso blog abre um canal onde o internauta poderá participar sugerindo publicação. Enviando fotos

Traduza para seu idioma

Visitas internacionais

Free counters!

Seguidores

Em Vitória, já é possível, Olha o João de hoje.


foto de José Sebastian

SAÚDE Emergência obstétrica do Hospital João Murilo ampliou as instalações. O objetivo é diminuir a superlotação na rede pública


Com capacidade de realizar dez vezes mais partos do que antes, a emergência obstétrica do Hospital Regional João Murilo, em Vitória de Santo Antão, Zona da Mata, foi inaugurada ontem, depois de 20 dias de reforma. A partir de hoje, o setor deve ajudar a dar à luz cerca de 300 crianças, a cada mês. O governo estadual investiu R$ 90 mil em melhorias na unidade de saúde. A ação é uma tentativa de amenizar o problema da superlotação das maternidades do Estado.


Dois consultórios médicos, uma sala de ultrassonografia e bloco cirúrgico com quatro salas de parto fazem parte da nova estrutura do hospital. Novos equipamentos, como monitor de pressão sanguínea, também foram disponibilizados para a maternidade.


O secretário estadual de Saúde, Antonio Carlos Figueira, reconhece a carência nas maternidades e afirma que a inauguração da unidade de Vitória é um passo relevante para amenizar o problema.


“O Hospital João Murilo está passando por uma grande requalificação, com reforço no perfil materno-infantil, hoje uma carência que enfrentamos na rede. Com obras realizadas em um período muito curto, colocamos uma maternidade com 21 leitos para funcionar. Também separamos a emergência obstétrica da pediátrica e geral, que antes estavam em uma única estrutura”, destaca o secretário. Da totalidade de leitos do hospital, sete foram reservados para o cuidado exclusivo com as gestantes.


Primeira unidade do Brasil a ser contemplada com recursos do programa federal Rede Cegonha, lançado em março deste ano, o Hospital João Murilo receberá investimento de R$ 1 milhão para abertura de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na maternidade. O orçamento total do Rede Cegonha foi avaliado em R$ 9,4 bilhões. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, ainda não há previsão de quando a verba será repassada ao Hospital João Murilo.


(Jornal do Commercio).fonte

0 comentários: