Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O nosso blog abre um canal onde o internauta poderá participar sugerindo publicação. Enviando fotos

Traduza para seu idioma

Visitas internacionais

Free counters!

Rodando o Mundo

Seguidores

DHPP retoma investigação da morte do cantor Vanildo de Pombos

DHPP retoma investigação da morte do cantor Vanildo de Pombos, em PE

Crime aconteceu há quase quatro anos e nenhum suspeito foi apontado.
Ele saía de casa com mulher e filha quando foi abordado por dois homens.



Vanildo de Pombos morreu há quase quatro anos (Foto: Reprodução/TV Globo)
Vanildo de Pombos morreu há quase quatro anos

A polícia retomou as investigações para descobrir quem matou o cantor Vanildo de Pombos, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. Até agora ninguém foi preso, mas a família está esperançosa de que a justiça seja feita. Dois homens em uma moto cometeram o crime, em julho de 2008. O delegado nomeado para investigar o caso é Joel Vieira.

De acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), desde a morte do cantor, foram prestados 35 depoimentos sobre o crime. "Nenhuma vertente investigativa será descartada no momento. Todas aquelas possibilidades serão levadas a termo", afirmou o gestor do DHPP, Joselito Kehrle.

Vanildo Cavalcanti tinha 47 anos. Era paranaense, filho de pais pernambucanos. Em 1980, começou a carreira e escolheu como nome artístico Vanildo de pombos, uma homenagem à cidade onde cresceu. Ele estava saindo da casa onde morava, à noite, quando percebeu dois homens se aproximando numa moto. Orientou a mulher e a filha a entrarem e correu, mas foi
alcançado pelos bandidos. Na fuga, levou os primeiros tiros e caiu em uma canaleta, onde foi executado – foram oito disparos ao todo. Na época, a polícia divulgou um retrato falado de um dos suspeitos, com base no depoimento da viúva. Um homem magro, de pele clara e 1,60 um de altura. Teria entre 18 e 20 anos. Irmãos de Vanildo, Silvinho e Waltinho criaram uma banda de forró. Foi a maneira que encontraram para homenagerar o irmão. "Perdemos nossa mãe, mas ela sonhava com isso [justiça]. O sorriso dela foi ficando fraco...", conta Silvinho Cavalcanti, irmão da vítima. Hilda Cavalcanti, também irmã de Vanildo, comemora a retomada da investigação: "pra nós isso foi uma notícia muito boa".

link

  Acesse   nosso produto mo mercado livre
http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_72868258

0 comentários: