Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O nosso blog abre um canal onde o internauta poderá participar sugerindo publicação. Enviando fotos

Traduza para seu idioma

Visitas internacionais

Free counters!

Rodando o Mundo

Seguidores

Anderson Tiago, representa Vitória de Santo Antão em Minas Gerais na 4º Bienal Brasileira de Design.


         III Sebrae Minas Design - 4º Bienal Brasileira de Design

  Diversidade Brasileira é tema da 4º Bienal Brasileira de Design

Belo Horizonte se prepara para a agitação cultural do maior evento de design do país, a IV Bienal Brasileira de Design 2012 (IVBBD), que tem previsão de ocorrer no período de 19 de setembro a 31 de outubro em diversos pontos da capital, além de Brumadinho e Ouro Preto. O grande acontecimento, organizado pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), a Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), com o Centro Minas Design (CMD) e a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), vai trazer inúmeras mostras nacionais e internacionais, e tem como temática a “Diversidade Brasileira”.
A BBD é uma iniciativa do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e do Movimento Brasil Competitivo (MBC). A ação, por sua magnitude, vai agregar as principais iniciativas do design desenvolvidas no país em todos os seus ambientes, quer seja na indústria, no meio acadêmico ou de gestão. Por sua forte inserção em diversos setores da atividade econômica e pela multiplicidade de utilização, o Design é forte ferramenta estratégica que agrega valor ao produto nacional.
A Bienal pretende delinear as referências e tendências nacionais e internacionais, com a participação de várias instituições, profissionais, pesquisadores, empresas, entre outros, que interagem com o design, e potencializar a utilização nos meios produtivos como ferramenta estratégica para a competitividade e melhoria da imagem do produto nacional no mundo, fortalecendo a “Marca Brasil”.
De acordo com Enil Brescia, responsável pela secretaria executiva do evento e diretora do CMD, a Bienal deste ano tem como novidade a descentralização. “Os eventos foram pensados para ocorrerem em locais com fácil acesso, gratuidade das atividades, além de gerar um legado cultural para o estado”, afirmou.
Esse grande evento se apresenta como um ‘insight’ no cenário nacional e mundial, pois além de externar a um público diverso a produção brasileira, estimula as empresas na produção de produtos inovadores, mostrando o design como a chave para transformar Pesquisa & Desenvolvimento em produtos comerciais.
A iniciativa, repercussão global, pretende fazer refletir, por meio de mostras, fóruns, seminários, workshops, ações educativas, interativas e culturais, sobre como projetar, produzir e consumir bens, satisfazendo as necessidades e demandas do mundo atual.
O Tema
Diferentemente das outras Bienais, que apresentaram os temas Inovação – São Paulo 2006, Competitividade – Brasília 2008 e Design, Inovação e Sustentabilidade, em Curitiba 2010; para a IV BBD 2012, o propósito é valorizar a “Diversidade Brasileira” a serem exploradas, inicialmente, em três vertentes:
- Étnica
- Natural/ País multicultural
-Econômica/ Produtiva
Segundo Enil Brescia, a escolha do tema da Bienal foi feita por a diversidade convergir com a transversalidade do design. “O Brasil é um país com muitas etnias, riqueza cultural, variedade de ideias e essa abundância é um desafio para o design”, disse.
A Bienal deste ano vai explorar as várias ferramentas de design nos seus aspectos tangíveis (tecnologia, processos, materiais etc.) e intangíveis (cultural, social, emocional, relacionado ao desejo e à qualidade percebida etc.) e sua interação com a diversidade brasileira, promovendo a participação efetiva do setor produtivo e da sociedade como um todo para o desenvolvimento econômico, social e cultural do Brasil de forma sustentável, buscando, também, o fortalecimento da Marca Brasil no circuito internacional.
O propósito da IV Bienal Brasileira de Design 2012 é que ela ultrapasse o campo habitual de uma exposição. Deseja-se que este evento extrapole os pontos da mostra, deixando para as gerações um legado que marque Minas Gerais e que o torne um terreno de referência no país de um estado criativo.
                                       imagem
                                             Anderson Tiago
                                       Anderson Tiago e Alex
                       Giovana,         Alex      e    Anderson Tiago

III Sebrae Minas Design - 4º Bienal Brasileira de Design

Funcionárias públicas suspeitas de desviar merenda em PE são presas

Crime foi descoberto em 1995, após denúncias e auditoria no Ceasa.
Mulheres devem cumprir pena de mais de oito anos de prisão.


Um crime descoberto em 1995, quando alimentos que compunham a merenda de algumas escolas da rede estadual de Pernambuco não chegavam, na totalidade, aos estudantes, começou a ter seus suspeitos punidos. A polícia prendeu, na sexta-feira (14), duas ex-funcionárias públicas da Secretaria de Educação suspeitas de comandar uma quadrilha que desviava a comida – o prejuízo pelo crime pode chegar a mais de R$ 2,6 milhões.

O início das investigações aconteceu após a reclamação das escolas estaduais da cidade de Vitória de Santo Antão, na Mata Sul de Pernambuco. Coordenadores procuraram a Secretaria de Educação para contar que não estavam recebendo a quantidade certa de merenda destinada às instituições.

A partir daí, a investigação partiu para o Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa/PE), de onde os alimentos saíam. "Em uma auditoria interna, percebeu-se realmente que havia um grande desvio. Não coincidia a saída de mercadoria com os talonários [livros de notas fiscais] de saída", contou a delegada Beatriz Gibson, da Delegacia de Capturas, responsável pela prisão.

Logo depois, foi descoberta a atuação da quadrilha. Além das duas mulheres presas, que eram responsáveis pela ordem de entrega de merendas através da Diretoria Executiva de Apoio ao Aluno, havia mais três pessoas: outra mulher que já faleceu e dois homens suspeitos de realizar o transporte da mercadoria desviada. O Ministéria Público fez a denúncia à Justiça, que, só na quinta-feira (13) emitiu o mandado de prisão. "A demora é normal, porque chega a denúncia, audiências são remarcadas, tem os recursos", contou a delegada. Desde 1995 que as suspeitas estavam afastadas das funções.

O depósito do grupo ficava localizado no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes. "A demanda ficou tão grande que chegaram a contratar outro motorista. Na auditoria, percebeu-se que aquela placa [do caminhão] não pertencia a nenhuma empresa que prestava serviço ao estado", explicou a delegada Beatriz.

A primeira sentença determinada pela Justiça aconteceu em 2008. Entretanto, os dois homens entraram com recurso e ganharam, utilizando o argumento da prescrição do crime - a pena deles era menor por não pertencer ao serviço público. O mandado de prisão, de 8 anos e 5 meses de prisão, foi expedido apenas contra as duas mulheres, na quinta. "De posse do talonário, com a própria letra, elas preenchiam três vias com carbono. Essas três vias eram preenchidas corretamente, mas a quarta via, sem carbono, elas preenchiam da maneira de se apropriar da mercadoria. Essa era a via que ficava com elas, porque era a que saía do Ceasa. As vias carbonadas eram encaminhadas aos órgãos", detalhou a delegada.

Dentre os produtos desviados, estão aqueles utilizados em grande quantidade pelos estudantes, como leite, biscoito, bolacha, macarrão e sardinha. As duas suspeitas vão responder pelos crimes de peculato, falsidade ideológica e formação de quadrilha, Elas seguiram para a Colônia Penal Feminina de Abreu e Lima, onde ficam à disposição da Justiça


link do artigo
.

Glória do Goitá (PE) e Ilhéus (BA) ganham Planos Municipais da Mata Atlântica

Ilheus

Uma boa notícia para a Mata Atlântica baiana: a cidade de Ilhéus, famosa por seus atributos naturais e culturais imortalizados na obra de Jorge Amado, acaba de ter aprovado o seu Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica.

O documento – que reúne e normatiza os elementos necessários à proteção, recuperação e uso sustentável da mata – foi aprovado no dia 30 de agosto, pelo Conselho de Meio Ambiente (Condema) do município.

A iniciativa do Grupo Ambientalista da Bahia (Gambá), através do projeto PDA do Ministério do Meio Ambiente, contou com a parceria de várias instituições, como a prefeitura local, a Universidade Estadual de Santa Cruz, o Instituto de Estudos Socioambientais da Bahia (Iesb), a Ação Ilhéus, o Instituto Floresta Viva e Ceplac, além d o próprio Condema.

Pernambuco também tem o que comemorar: dia 31 de agosto, foi assinado pelo prefeito de Glória do Goitá decreto instituindo o Plano de Mata Atlântica do município, já aprovado pelo Conselho Municipal.

Esta iniciativa também foi do Gambá, com a parceria da Associação Nacional de Orgãos Municipais de Meio Ambiente e Sociedade Nordestina de Ecologia.

link do artigo

GRAVATÁ, A HISTÓRIA DE UM POVO EM FOTOS E RECORDAÇÕES ...



Desfile cívico do Ginásio Municipal de Gravatá, 1963. Cada moça representa um País segurando a Bandeira. Identificadas a garota que está com a bandeira da Suíça: Marluce de Jairo da Padaria, a brasileira: Lourdinha Salgado e a bailarina: Giovanina Peixoto de Góis. Esse fardamento era chamado de "farda de gala" que representava o luxo e a beleza para ser apresentado ao povo gravataense.








Concepção, idealização, Projeto Editorial, Acervo e Pesquisa, edição de textos e fotos da professora DILSA MARIA FARIAS LOPES


 Momentos gloriosos na vida do inesquecível Diretor José Luiz de Mendonça: Um abraço amigo em Antônio Farias; festa no dia do seu aniversário; sempre presente nas formaturas..


         Os retiros católicos na época de carnaval escolhiam o Ginásio Municipal de Gravatá para as palestras religiosas. Identificados: 1- Sr. Zezinho Bernardo,  2- Sr. Darciano,  3- Sr. João Teixeira,  4- Diretor José Luiz de Mendonça,  5- Padre Elias,  6-  Sr.Adjar Assis. Homens religiosos que honraram a história de nossa cidade.



Dia de formatura! Que alegria tirar uma foto ao lado do grande Diretor e Professor José Luiz de Mendonça!
1- Ivanise, 2- Margarida (Didi), 3- Ivandete Barbosa,  4- Lucilene,  5- Dilza Evangelista,  6- Lúcia Pereira (Kika), 7- Lourdes Salgado,  8- Maria do Carmo Beltrão,  9- Maria do Carmo Vieira, 10- Marisa Simões,  11-  Carmelina  12- Avani Bombardino, 13- Audenir Godói,  14- Prof. Ismael,  15- José Martins,  16- Prof. José Luiz, 17 (?),  18- Neide,  19- Jeruza Coelho

PARA QUEM GOSTA DE RECORDAR COM A PROFESSORA DILSA MARIA FARIAS LOPES

Lá pelo final da década de cinquenta, Gravatá se encontrava naquele marasmo típico de cidade de interior, muitas vezes seu nome nem era encontrado em alguns mapas... Eis que chega em nossa cidade um jovem que mudaria a história do nosso povo no mais importante segmento humano: o setor educacional.

Vestindo um terno chumbo, com um porte elegante e gentil, atravessa a Rua João Pessoa e se dirige a única hospedaria de nossa cidade, o Hotel Hidelbrando!
José Luiz de Mendonça, oriundo da Mata Norte de Pernambuco, tornou-se o Diretor que passou mais tempo dirigindo um educandário, afinal, foram vinte e cinco anos!
Seu José Luiz (como era afetivamente chamado), conquista a todos com a sua competência. Tornou-se uma pessoa tão querida e de tanta credibilidade que mais tarde  o povo retribui com gratidão, elegendo-o vereador. Um dos mais votados. Vereador numa época em que não eram renumerados pelo cargo o que valia era a voz e o prestígio! Algo que ele fez uso constantemente para trazer à Escola diversos benefícios.

Os coadjuvantes da cena
Logo o querido Diretor se muda para as dependências da Escola e além de diretor e professor, era para os estudantes, um pai, um amigo, um exemplo de respeito e honestidade a seguir.
Mas por ser solteiro, precisava de alguém para cuidar de suas roupas e alimentação, foi aí que entrou em cena uma senhora negra de olhar bondoso e coração de ouro, seu nome era Ana a quem os alunos passaram a chamar carinhosamente de Mãe Ana.
Os aposentos do Diretor ficavam ao lado de duas salas de aula. Muitas vezes, alguns alunos davam um jeitinho de entrar na cozinha, a fim de saborear ao menos uma tapioca feita pelas maravilhosas mãos de mãe Ana.
Mãe Ana também fazia umas “trutas” para vender na cantina da escola. “Truta” era uma espécie de tapioca com um mel de engenho como recheio.
Para os serviços gerais, como consertos de bancas, conservação do prédio, havia a querida figura de Seu Marcelino. Amávamos e o respeitávamos com muito carinho.
Com o tempo, outros coadjuvantes foram chegando para ajudar o Diretor na sua difícil função: Biu Corneteiro ( tomando conta da Banda Marcial), Ozinete Bispo ( chefe de disciplina), Seu Juscelino ( porteiro)...
Tivemos um diretor cuja principal meta seria oferecer uma educação integral, cujo lema era: “tornar um cidadão útil à Pátria e a humanidade”.
Entre tantos predicativos, o nosso eterno diretor chamava a atenção das famílias pela sua imensa religiosidade, pois José Luís além de católico, era devoto fervoroso de Nossa Senhora.
As cortinas das lembranças se fecham por um instante e a próxima cena será representada na semana que vem em homenagem aos 60 anos da querida Escola que marcou tanto a vida do povo de nossa cidade: Ginásio Municipal de Gravatá, hoje, Escola Devaldo Borges!
Dilsa Maria Farias Lopes -(dilsamaria@gmail.com)


O PASSADO DE NOSSA CIDADE DE VOLTA NOS BLOG VITORIENSE-PE




                                   

                                                     


           A INAUGURADA A PRAÇA DA RESTAURAÇÃO EM VITÓRIA DE SANTO ANTÃO


Anjo Tintas e Solvente em Vitória de Santo Antão- PE.


 A Anjo Tintas e Solventes inaugura nesta quarta-feira um filial no Nordeste. Com sede própria de 1.500 m², a unidade está instalada na cidade de Vitória de Santo Antão (PE), a 60 km da capital Recife. 

A filial irá começar com produção de tintas para impressão e como centro de distribuição, mas com estrutura preparada para produzir alguns produtos da linha imobiliária ou automotiva.
Atualmente a venda da Anjo no Nordeste representa 12% e a expectativa é crescer 15% ao ano nos próximos cinco anos. 

Esta nova filial da empresa está em um parque fabril com uma localização estratégica facilitando acesso a capital e interior de Pernambuco, ao Porto de Suape e a outros Estados nordestinos. A empresa possui filial também em Bragança Paulista (SP) e Aparecida de Goiânia (GO).