Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O nosso blog abre um canal onde o internauta poderá participar sugerindo publicação. Enviando fotos

Traduza para seu idioma

Visitas internacionais

Free counters!

Seguidores

Eduardo e João Lyra discutem transição de Governo

Antes de assumir o Governo do Estado no dia 4 de abril, o vice-governador João Lyra Neto (PSB) terá o seu time definido e anunciado. O futuro chefe do Executivo estadual afirmou que o anúncio dos nomes que vão substituir os secretários que deixarão o Governo deverá ser feito, pelo menos, dois dias antes da cerimônia de posse.

O ritmo será intenso, já que no dia 7 de abril o gestor estadual fará uma reunião com os seus auxiliares, na qual todos tomarão posse dos cargos. Hoje, é aguardada uma conversa entre Lyra e o governador Eduardo Campos (PSB) para definir os nomes que saem da gestão. O final de semana servirá para o gestor se acertar com os escolhidos.

Enquanto o anúncio não é oficializado, as especulações correm soltas nos bastidores. O presidente do Lafepe, Luciano Vasquez, assumiria a Casa Civil, no lugar de Tadeu Alencar (PSB), que disputará um mandato de deputado federal. O administrador de Fernando de Noronha, Romeu Baptista, ficaria coma pasta de Governo, no lugar de Milton Coelho (PSB), que ainda não tem missão definida. A pasta de Ciência e Tecnologia ficaria com o secretário-executivo José Bertotti. O chefe de Gabinete do futuro governador deverá ser o seu atual secretário de Imprensa, Rubem Júnior (PTN). Na pasta de Comunicação, o jornalista Ivan Maurício é um dos mais cotados e Roberto Freitas é apontado para a de Cidades. O secretário-executivo de Meio Ambiente, Elvio Polito, pode assumir o comando da pasta no lugar de Sérgio Xavier, que deve assumir um papel na campanha nacional de Eduardo.

O nome do secretário estadual de Planejamento, Fred Amâncio, é ventilado para as pastas da Fazenda e Saúde, mas tende a permanecer no atual posto. O fazendário de Caruaru André Alexei também já foi apontado. Mas nas hostes eduardistas, a torcida é pelo secretário-executivo da pasta, José Neto. O próprio secretário da Fazenda e pré-candidato ao Governo do Estado, Paulo Câmara (PSB), espera a escolha do vice-governador para definir se o auxiliar integrará sua coordenação de campanha. Ontem, questionado se teria interesse na permanência do atual comandante da Saúde, Antônio Figueira (PSB), no posto, João Lyra ignorou a pergunta por mais de uma vez.

A Agricultura ainda permanece indefinida. A saída do titular, Aldo Santos (PSB), é especulada, mas o socialista não foi informado sobre o recuo no seu projeto de disputar uma vaga na Câmara Federal.ver link


0 comentários: