Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O nosso blog abre um canal onde o internauta poderá participar sugerindo publicação. Enviando fotos

Traduza para seu idioma

Visitas internacionais

Free counters!

Rodando o Mundo

Seguidores

Ministério da Justiça lança aplicativo de consulta a mandados de prisão

App checa se uma pessoa recebeu condenação na Justiça ou ordem judicial de prisão



O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, lança nesta quinta-feira (24) um novo aplicativo que ajuda a identificar pessoas procuradas pela polícia. O dispositivo pode ser baixado gratuitamente em qualquer telefone celular e permite a consulta a um cadastro de 352 mil mandados de prisão.

Qualquer pessoa pode fazer uma consulta. Para checar se uma pessoa tem condenação na Justiça ou ordem judicial de prisão contra ela, basta digitar seus dados, como nome completo ou número de algum documento de identificação. Quando um registro de mandado de prisão é localizado, aparecem também outros dados disponibilizados por órgãos do Poder Judiciário.

Segundo a assessoria do Ministério da Justiça, a função de buscas por mandados de prisão será adicionada ao aplicativo Sinesp Cidadão(disponível para iOS e Android), que permite ao usuário consultar informações de veículos registrados na base nacional do cadastro do Denatran.É preciso fornecer informações da pessoa analisada para checar o status

ver link


Polícia de Pernambuco faz maior apreensão de cocaína do ano

A PF (Polícia Federal) em Pernambuco divulgou neste domingo (20) que fez a maior apreensão de pasta base de cocaína registrada em Pernambuco este ano: 52,1 quilos, que estavam escondidos em uma carreta que passava pelo município de Xexéu (a 139 km de Recife). A cocaína, interceptada na quinta-feira (17), vinha do Mato Grosso.

A droga estava dividida em 50 tabletes e escondida na cabine da carreta, que levava bolsas plásticas até Vitória de Santo Antão (a 51 km de Recife). O caminhão estava parado num posto fiscal quando foi vistoriado pela PF.


Esta é a 11ª apreensão de drogas feita pela PF em Pernambuco este ano. Até a agora foram interceptados 132,1 kg de pasta base de cocaína, 79,5 kg de maconha e 17,1 kg de cocaína pura. Doze pessoas foram presas por envolvimento com o tráfico de drogas.

A polícia informou que a droga foi fabricada na Bolívia e seria usada para abastecer vários pontos de venda de crack na região metropolitana do Recife, como Olinda, Jaboatão e Cabo de Santo Agostinho.

Caso os 52,1 quilos de pasta base fossem transformados em crack eles renderiam 156 quilos da droga, o que corresponde a aproximadamente 625 mil pedras.

Segundo a PF, o motorista Lauro José Schutz, 50, estava acompanhado da mulher e dos dois filhos, de 1 e 3 anos, quando transportava a droga. Em depoimento, Schutz disse que recebeu uma proposta de ganhar R$ 30 mil de dois homens, que não tiveram a identidade revelada, para transportar a droga do Mato Grosso até Vitória de Santo Antão.

Ele disse que aceitou por estar em situação financeira difícil e que foi a primeira vez que fez este tipo detransporte. A PF disse que o motorista não tem antecedentes criminais.

A mulher e os filhos estão em abrigo aguardando ajuda financeira da família para retornar ao Mato Grosso. A mulher disse que não tinha conhecimento de que o caminhão estava transportando droga.

O motorista foi preso em flagrante e levado para a superintendência da PF, em Recife, onde foi autuado por tráfico interestadual de entorpecentes. Ele foi levado para o Cotel (Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna), onde ficará a disposição da Justiça. 

Epopéa do tempo com o Vitoriense Henrique de Holanda


               Artigo publicado na revista pilheria  que circulava na cidade de Recife em 1930
                            Victória cidadinha calma onde elle tem sua mansão feliz



para ampliar a imagem clik na foto do poema

                                                Henrique de Holanda Cavalcanti (3)
                                                 foto blog do pilako

ver link

















Levantamento aponta 20 crianças mortas ao dirigir cinquentinhas

Comitê de Prevenção aos Acidentes de Moto vê fato como epidemia


 / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Franzino, ar sério, sem camisa e de alpercatas no pé, Saulo (nome fictício) tem apenas 12 anos, mas já pilota uma cinquentinha – veículo ciclomotor de até 50 cilindradas. O menino ajuda o pai numa oficina de Nova Descoberta, Zona Norte do Recife, levando veículos do tipo para lavar, por uma via cheia de curvas, onde, além dos carros, passam ônibus nos dois sentidos. O pai alega não ter medo porque o percurso é pequeno. Os números provam o contrário.

Em 2013, pelo menos 20 crianças menores de 13 anos morreram em acidentes com as cinquentinhas no Estado, segundo levantamento do Comitê de Prevenção aos Acidentes de Moto em Pernambuco (Cepam). "É uma epidemia", alerta o coordenador-executivo da entidade, o médico João Veiga. "Fizemos a contabilidade até o último dia do ano, no IML, mas podia haver pessoas internadas e esse número ser maior."

O Cepam realizou pesquisas de campo no Recife, Petrolina, Caruaru, Araripina e Ouricuri. "No interior a situação é ainda mais grave. Flagramos meninos de 8 anos pilotando", declara Veiga. "Eles usam a motocicleta, sobretudo, para ir à escola ou trabalhar, a maioria sem capacete. Há uma conivência dos pais, dos colégios, dos agentes de trânsito."

O médico informa que a Operação Lei Seca será realizada também durante o dia, para fiscalizar as cinquentinhas. "É tarefa dos municípios, mas estão adiando demais. Se não há placas, vamos multar pelos chassis e apreender os veículos. Menores não podem pilotar."

O Recife sancionou lei para emplacamento e regularização das cinquentinhas em novembro, com previsão de começar a aplicá-la em janeiro, mas até agora nem sequer publicou decreto regulamentando-a. Sem isso, não há como identificar os proprietários e nem mesmo a quantidade de veículos em circulação. Estima-se 150 mil.

A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) limitou-se a enviar nota informando que já finalizou a redação do decreto e agora trabalha no ajustamento do sistema que fará o cadastro. Não deu, contudo, previsão para iniciar o emplacamento e a fiscalização.

Até lá, Saulo e outras crianças (o JC flagrou pelo menos três menores na Zona Norte ontem, um deles fazendo piruetas arriscadas) continuam dirigindo sob os olhos de todos e a crença das famílias de que nada vai acontecer. "Sei que é um crime, estou errado. Ele já foi parado três vezes por policiais, com armas na cara. Mas só deixo porque é pertinho", disse o pai do garoto, que tem outro filho de 15 anos no serviço de "piloto".ver link

Fábrica de metais sanitários é inaugurada em Vitória de Santo Antão

A unidade gera 300 empregos diretos


 /

Com investimento de R$ 44 milhões, o grupo espanhol Roca inaugura nesta quarta-feira (2) a primeira fábrica de metais sanitários da companhia na América Latina, em Vitória de Santo Antão. O governador Eduardo Campos e o presidente da Roca, Joan Jordà, descerraram a placa inaugurativa. A unidade gera 300 empregos diretos.

O empreendimento tem capacidade para gerar, por ano, 1,5 milhão de metais sanitários, como chuveiros, duchas e torneiras. No Brasil, o grupo tem um faturamento de R$ 944 milhões.

Só em 2014, o grupo pretende iniciar oito linhas completas de produção para torneiras, misturadores e acessórios para banheiros. Pelo menos 150 pessoas devem ser empregadas no primeiro ano de funcionamento da fábrica. Serão 300 quando ela toda estiver funcionando.

Esta é a primeira fábrica de metais sanitários do grupo no Nordeste e produzirá equipamentos das marcas Roca e Celite. Em Pernambuco, o grupo já possui uma fábrica da Celite para construção de louças sanitárias, que funciona no Curado.

A unidade foi construída em um terreno de 50 mil metros quadrados, dos quais só a fábrica e a unidade de armazenagem ocupam 10 mil metros quadrados. Existe a possibilidade de ela ser expandida para 15 mil metros quadrados.

ver link

Gerador de contato para seu produto



                                      http://www.GeradorDeContatos.com/soft