Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O nosso blog abre um canal onde o internauta poderá participar sugerindo publicação. Enviando fotos

Traduza para seu idioma

Visitas internacionais

Free counters!

Seguidores

Arena PE custou aproximadamente R$ 630,5 milhões.

Itaipava Arena Pernambuco - Recife, Pernambuco, Brasil.jpgErguer a Arena Pernambuco custaria pouco mais de R$ 532 milhões – valor de contrato, calculado em maio de 2009, com prazo de termino da obra para dezembro de 2013. Um acréscimo de 18,5%, no entanto, se fez necessário para que o estádio ficasse pronto, oito meses antes do previsto, e recebesse a Copa das Confederações, ano passado. Pelo menos, essa foi a impressão deixada após o Governo do Estado divulgar, ontem, novos números com relação ao máximo de orçamento atingido para a construção: R$ 630,5 milhões.

O valor, inclusive, é bastante aproximado aos custos divulgados pelo Portal da Transparência, da CGU (Controladoria-Geral da União), e pela Pluri Consultoria. Segundo o veículo oficial da União, o montante obtido através de financiamentos do BNB e do BNDES renderam R$ 672.835.966,53. Já a empresa especializada em estudos esportivos, colocou a sede do Recife, para a Copa do Mundo 2014, como o 25º estádio mais caro, construído no período de 2004 a 2014, com um gasto de 293 milhões de dólares – ou seja, R$ 668,1 milhões.

Segundo a Odebrecht, para execução da obra, a concessionária Arena Pernambuco Negócios e Investimentos S.A contratou financiamentos do BNB (R$ 250 milhões), do BNDES (R$ 280 milhões) e de um banco privado, o Santander (R$ 70 milhões), além de investimentos próprios. "Na conclusão da arena e início das operações, o Governo de Pernambuco fez o pagamento de parte deste investimento", disse em nota oficial.

Outro financiamento do BNDES (ProCopa Arenas) foi feito no valor de R$ 400 milhões ao Governo de Pernambuco. Este recurso assumiu um papel de garantia, e possibilitou a aprovação do empréstimo para a Arena Pernambuco (R$ 280 milhões). "Em nenhum momento os dois financiamentos permaneceram em aberto simultaneamente, uma vez que a concessionária quitou sua dívida com o banco no momento em que recebeu o recurso do Governo", afirmou, em nota, o governo estadual. Os outros R$ 241,5 milhões serão pagos após análise do recálculo dos gastos feito pelo Estado, e quitado de forma diluída durante os 29 anos restantes da concessão.

Visando a Copa das Confederações, o empreendimento foi antecipado em oito meses de seu planejamento inicial. À época, o número de trabalhadores passou de 1.800 homens para cerca de 5000 operários. O estádio acabou erguido à tempo do evento-teste da Fifa, e a Arena Pernambuco recebeu três jogos na competição. A construção do estádio segue o modelo de Parceria Público Privada (PPP). Assim, as obrigações contratuais da concessionária Odebrecht incluem, além da construção do estádio, os serviços e custos de operação, a estrutura gerencial e manutenção da arena. Tudo por um prazo de até 33 anos, incluindo o período das obras. Após esse período, o espaço volta para o Governo do Estado.

ver link do artigo

0 comentários: